domingo, 4 de março de 2012

NÃO HÁ DOMINGO SEM POESIA


ROMÃZEIRAL


 No tronco das romãzeiras bravas
roçam meus pés nus
E é muito intenso o desalento
pois na manhã se as bagas duras

de um escarlate novo desaguam o teu odor
sobre o desejo do teu fruto
no entardecer descoram os corpos
Escurecem os grãos como um musgo
quando cansado lembras que somos mortais

tal qual o dia tal qual o fruto que cai.

1 comentário:

Malu Silva disse...

Venho deixar meus votos de muita PAZ, SAÚDE e FELICIDADES neste NATAL e no NOVO ANO que se aproxima.
Que o VERDADEIRO espírito de AMOR e AMIZADE esteja presente nestes dias de FESTAS e em todos os demais dias dessa nossa CAMINHADA!!!!
Abraços