terça-feira, 15 de dezembro de 2009

O Tempo e as Coisas - Um olhar sobre o Tempo e a Fotografia


É áspero o tempo
como a palavra que nos agride em indiferença altiva.





Partem-se os vidros 
atirando-lhes um punhado de tempo aos reflexos.

3 comentários:

Anabela disse...

amiguinhas

algumas fotos têm esse poder intrínseco: dizem tudo! Estas que escolheste espelham o tempo, o real sabor do tempo... e a certeza cruel de que tudo é efémero...
A propósito, de quem são? Bem bonitas...

Muitos beijos

Nydia Bonetti disse...

Que texto incrível. É teu, Patrícia? Gostei muito d blog. Abraços!

Anónimo disse...

Olá Nydia Bonetti... o texto é meu e fiquei muito feliz com o teu comentário. Quem és tu? (desculpa a interferencia com Frei Luís de Sousa de Garrett!!! Não pretendo parafrasear esta obra da literatura portuguesa!. Anseio a resposta.

Patrícia