quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Aniversário da Pat (2)

.
Depois de traduzir Hélène Dorion (Fiama Hasse Pais Brandão)
.
Amar o universo não me traz mágoa.
Sobretudo,amar a areia
arrebata-me de júbilo e paixão.
Amar o mar completa a minha vida
com o tacto de um amor imenso.
Mas veio o vento e ,
por momentos,amargurou o meu corpo,
a oscilar.
E está o Sol aqui,
depois de uns dias
com o jardim obscurecido a beber sombra.
E sei que os átomos zumbem
e dançam como os insectos,
ébrios em redor do pólen.

3 comentários:

Leitores SOS Murça disse...

De novo na noite da minha casa (agora, sim,todos dormem!) venho ver os teus presentes para terminar o meu dia feliz e com amizade. Nunca te disse a data do meu aniversário para que este segredo rebentasse assim...com palavras e cores e arte. Como o efeito da nossa poesia declamada impulsivamente no estádio de futebol de Murça...
Achei soberbo o poema e, deixa-me que te diga, sinto-te feliz neste retrato que desconhecia apesar do traço sério que te cobre a face. És linda, amiga.Muito obrigada.Prometo-te amizade até à velhice. Não escapas!

Leitores SOS Murça disse...

Vou até ao cabo do mundo por um poema como este. Reli-o.Muito obrigada Ana Bela Ana.

Anónimo disse...

QUal autor da pintura?