quinta-feira, 8 de outubro de 2009

O nobel da literatura 2009


A querida Dina (que continua timida em postar!) acabou de me fazer saber que o nobel da literatura 2009 foi atribuido, veja-se bem, a uma mulher: Herta Mueller. Tive pena, apesar de tudo, pois torcia veementemente pelo meu adorado Amos Oz... Talvez para a proxima.

A escritora Herta Mueller, nascida na Roménia, foi hoje galardoada com o prémio Nobel da Literatura tendo o júri destacado no seu trabalho a «densidade da poesia e a franqueza da prosa, que descreve a paisagem dos desapossados». A escritora alemã de descendência romena Herta Müller, de 56 anos, foi hoje homenageada pelo seu trabalho literário ao lhe ser atribuído o Prémio Nobel da Literatura 2009. De acordo com a Academia Sueca, a escritora, que vai receber um prémio de cerca de 970 mil euros, "pinta as paisagens dos desfavorecidos" usando a "concentração da poesia" e a "franqueza da prosa".

"Quem ganhou não fui eu, foram os livros, e não a minha pessoa, e julgo que é a melhor forma de lidar com a situação"
garantiu, por sua vez, Herta Müller ao falar num conferência de imprensa sobre a distinção.A escritora, que nasceu na Roménia em 1953 e vive em Berlim desde 1987, tem entre a sua obra literária contos, romances e ensaios. 'O homem é um grande faisão sobre a Terra' e 'A terra das ameixas verdes' são as obras de Herta Müller quês estão traduzidas para português.
Em
Portugal já foi publicado da sua obra O HOMEM É UM GRANDE FAISÃO SOBRE A TERRA (Cotovia) e A TERRA DAS AMEIXAS VERDES (Difel).

1 comentário:

Leitores SOS Murça disse...

Fiquei felicíssima ao saber que foi esta poderosíssima arma literária que ganhou o Nobel. Vou dormir mais feliz. Afinal, sempre há mulheres que se impõem na escrita! Mil bjos amiga e obrigada pela novidade fresquinha da Dinah.

Patrícia F.